Notícias

Classe 1: Curvelo mexeu com a classificação do campeonato

15/06/2019

O Turismo Nacional chegou a cidade mineira de Curvelo para a terceira etapa do campeonato 2019, etapa essa que marca a metade do certame. O Circuito dos Cristais hoje é o maior traçado do automobilismo brasileiro com 4.400 metros de extensão e 18 curvas espalhadas pela pista. Com praticamente 40 carros espalhados pela pista, a Classe 1 protagonizou mais um excelente espetáculo para o público que acompanhou as provas e viu as vitórias de Wilton Pena, Gabriel Correa e Gustavo Mascarenhas. Confira abaixo um breve resumo das quatro corridas.

O mineiro Wilton Pena, correndo em casa e estreando patrocinador novo no seu VW Gol #53, anotou a pole position na sexta-feira e sustentou a liderança após a largada com Gustavo Mascarenhas, Edson Bueno, Gabriel Correa e Wanderson Freitas em seu encalço. Esse pelotão permaneceu inalterado por algumas voltas, até Mascarenhas e Bueno se enroscarem e abrirem caminho para Lucas Inoue e Pablo Alves subirem na classificação. Nas últimas voltas, Gabriel Correa foi a caça de Wilton Pena e proporcionou uma disputa emocionante e principalmente muito limpa, com Pena levando a melhor no geral e na categoria Super, seguido de Correa e Inoue. O cascavelense Felipe Carvalho, a bordo do Onix #03 da Fast Racing venceu na categoria “A” enquanto o maringaense Rafael Colombari foi o vencedor na categoria “B” com o VW UP! #93 da Cesinha Competições.

Partindo da 38ª posição na primeira corrida, o goiano Wellington Justino fez uma prova de recuperação com o seu Peugeot 208 #26 e na inversão de grid foi coroado com a pole position para a corrida 2 com Flavio Martins ao seu lado. Justino fez uma boa largada e abriu vantagem sobre os adversários nas primeiras voltas, mas não conseguiu impedir o avanço de Gabriel Correa, que partindo da P9 e com um ritmo impressionante, Correa e o Ford Ka #4 ultrapassou os concorrentes e venceu com quatro segundos de vantagem sobre Wellington Justino. “Choka” Sirtuli, Pablo Alves e Gustavo Mascarenhas completaram os cinco primeiros. Felipe Carvalho repetiu a dose e venceu mais uma na “A”, resultado importantíssimo na briga pelo campeonato com Thiago Tambasco. Lucas Bornemann foi o primeiro colocado na categoria “B”, a frente de Alexsander Cé e André Jacob.

Para a terceira corrida domínio da Fiat nas primeiras posições. A primeira posição no grid ficou com Juninho Berlanda e o Fiat Mobi #17 da Pein Competições com Gustavo Mascarenhas ao seu lado de Fiat Uno #87 e Pablo Alves com o Mobi #33. Mascarenhas pulou melhor na largada e assumiu a liderança da prova e até a sexta volta liderou de maneira relativamente tranquila, quando Gabriel Correa deixou Juninho Berlanda para trás e passou a assediar a liderança da prova. Gustavo usou todo o conhecimento que tem da pista de Curvelo suportando bem a pressão exercida por Gabriel e venceu a primeira dele em 2019 no geral e na categoria Super do Turismo Nacional. Thiago Tambasco se recuperou dos maus resultados nas duas primeiras corridas e venceu na categoria “A” superando Flavio Martins. Lucas Bornemann venceu mais uma na categoria “B”.

A quarta e última do Turismo Nacional em Curvelo teve piloto da casa na pole position. Flavio Martins largou na primeira posição, mas problemas no seu novíssimo Fiat Mobi #838 não permitiram que ele passasse da primeira curva. Eduardo Pavelski assumiu a liderança da prova trazendo a reboque Thiago Tambasco e Analino “Choka” Sirtuli. Pavelski liderou até cometer um pequeno erro no grampo que traz para a reta dos boxes que o fez sair da pista e abriu caminho para que Gabriel Correa assumisse a ponta da prova. Com poucos minutos para o fim da prova, o HB20 de Rafael Lopes sofreu uma quebra de suspensão e causou a entrada do safety-car. Sem tempo hábil de retirar o carro, a prova foi encerrada em bandeira amarela com vitória de Gabriel Correa no geral e na Super, a frente de Eduardo Pavelski e Gustavo Mascarenhas. Thiago Tambasco venceu mais uma na categoria “A” e Lucas Bornemann na “B”.

Os resultados de Curvelo mexeram bastante com a classificação do campeonato. Os catarinenses Juninho Berlanda e Gustavo Magnabosco saltam da terceira posição para a liderança da categoria Super. Detalhe interessante é que os pilotos ainda não venceram nenhuma corrida em 2019. Gustavo Mascarenhas somou bons pontos em casa e agora é o vice-líder do campeonato. Com duas vitórias e dois segundos lugares, Gabriel Correa chega a terceira posição e entra de vez na briga pelo título. As duplas da Ymagava Racing, Ricardo Lima/Edson Bueno e Lucas Inoue/Eduardo Pavelski completam os cinco primeiros. Wanderson e Leandro Freitas tiveram um fim de semana complicadíssimo e caíram para a sexta posição.

Thiago Tambasco permanece na liderança da categoria “1A”, mas vê Felipe Carvalho descontar timidamente a diferença na briga pelo título. Magno Adam, Caito Carvalho e Carlos Machado completam os cinco primeiros. A categoria “B” tem um novo líder. Lucas Bornemann venceu três das quatro corridas e assumiu a ponta da tabela, trazendo André Jacob na segunda posição. Alexsander Cé é o terceiro na classificação.

A próxima parada do Turismo Nacional BR em 2019 é no Centro Oeste, mais precisamente em Goiânia. Nos dias 26 e 27 de julho os carros do Turismo Nacional BR desembarcam no Autódromo Ayrton Senna para a sequência do campeonato. Fique ligado no nosso site oficial e em nossas redes sociais e receba todas as novidades do TN.

Texto: Felipe Cezar

Fotos: Cleocinei Zonta?Vanderley Soares