Notícias

Classe 1: Em Goiânia, fase final do campeonato começa agitada.

03/08/2019

Todos imaginávamos que as corridas da 4ª etapa do Turismo Nacional em Goiânia seriam empolgantes, mas não contávamos que a emoção começaria logo na classificação. Os 43 carros do grid foram divididos entre os "Super" e da categoria "A" e "B" para que todos tivessem a oportunidade de fazer uma volta limpa. Renato Constantino e Felipe Kaki Andrade eram os mais rápidos até Luís Carlos Ribeiro colocar o Toyota Etios na posição de honra do grid nos instantes finais da classificação. William Perillo e Alexsander Cé foram os mais rápidos na A e B, respectivamente.

Constantino largou melhor e ultrapassou Ribeiro antes da primeira curva, mas na volta seguinte recebeu o troco. Wellington Justino chegou para a briga também e até trocou de posição com Renato, mas ambos não conseguiram impedir a vitória de Luiz Carlos Ribeiro no geral e na Super. Vitor Perillo venceu na categoria A e Alex Cé na categoria "B". 

A inversão de grid colocou o mineiro Wilton Pena na primeira posição para a corrida 2. Pablo Alves largou da quinta posição e escalou o pelotão até a liderança da prova e cruzou a linha de chegada em primeiro mas não levou a vitória. Um "enrosco" com Renato Constantino gerou uma desclassificação por atitude anti-desportiva, deixando a vitória para Wilton Pena. Thiago Tambasco venceu na categoria "A" e Alex Cé venceu mais uma na "B". Destaque para as atuações de Vitor Perillo da categoria "A" que chegou a liderar no geral e de Eduardo "Tomate" Pavelski que remou da 15ª posição para 2º no geral.

Nova inversão de grid para a terceira corrida e dessa vez a primeira fila foi formada por Gustavo Magnabosco, que chegou a Goiânia na liderança do campeonato na Super e William Perillo. Infelizmente ambos tiveram problemas ainda voltas inciais, um pneu tirou Gustavo da disputa e uma falha mecânica fez William Perillo espalhar óleo por toda a pista. Óleo esse que causou transtornos já curva 1, onde vários carros acabaram escapando da pista. No bate-rebate desse momento, Wanderson Freitas chegou a andar em apenas duas rodas provocando uma cena inusitada. Gabriel Correa conseguiu fazer uma boa leitura de onde a pista estava suja e venceu a prova no geral e na Super, seguido por Thiago Tambasco, vencedor da "A". Alex Cé faturou mais uma na "B".

Para a quarta e última corrida da etapa, Pablo Alves largou na frente com o Fiat Mobi #33 após a inversão de grid e liderou de ponta a ponta. Edson do Valle também em prova de recuperação terminou na segunda posição. Thiago Tambasco venceu mais uma na categoria "A" e Alexsander Cé fechou a "varrida" com mais uma vitória na categoria "B".

Com os resultados de Goiânia a categoria "Super" tem um novo líder. Gustavo Mascarenhas é o primeiro colocado com 242 pontos e Gabriel Correa é o vice-lider com 231. Gustavo Magnabosco e Juninho Berlanda estão em terceiro com 222. Ricardo Lima e Edson Bueno e Rafael Lopes completam os cinco primeiros. 

Com as três vitórias em Goiânia, Thiago Tambasco chegou aos 333 pontos e agora é mais líder do que nunca na categoria "A". Felipe Carvalho é o vice-lider, enquanto, Magno Adam, Carlos Machado e Caito Carvalho fecham os cinco primeiros. Lucas Bornemann segue liderando a categoria "B" com 305 pontos e vê Alexsander Cé crescer na briga pelo campeonato. Com as 4 vitórias em Goiânia, Alex chegou aos 290 pontos.

Pilotos e equipes agora arrumam suas coisas e partem para Interlagos, o templo do automobilismo brasileiro nos dias 07 e 08 de setembro para a quinta e penúltima etapa do Turismo Nacional BR em 2019. Curta nossas redes sociais e fique por dentro de tudo que se passa na categoria mais raiz do Brasil.

Texto: Felipe Cezar

Fotos: Cleocinei Zonta/Vanderley Soares