Notícias

SUPER: Com cinco vencedores em seis provas, Adriano Rabello e Sena Jr começam o campeonato na frente

24/08/2020

Goiânia sediou a abertura, ainda que tardia por conta da pandemia, da temporada 2020 do Turismo Nacional BR com número recorde de inscritos. Foram 70 carros e 90 pilotos prestigiando a 1ª etapa sendo a maioria deles na categoria Super. Categoria essa que concentra os pilotos mais graduados do campeonato com títulos em diversos campeonatos do automobilismo brasileiro. As seis corridas tiveram vitórias de Luis Carlos Ribeiro (2), Adriano Rabello (1), Juninho Berlanda (1) e Fabiano Cardoso (1) e Rafael Barranco (1).

A pole position ficou nas mãos do mineiro Wanderson Freitas a bordo do VW Gol #77 da Stumpf Preparações que estreava um novo motor 16 válvulas. Um dado interessante, é que nas últimas três temporadas (2018, 2019 e 2020) a pole position da primeira etapa foi de Wanderson. Na corrida, Wanderson liderou até a 7ª volta quando enfrentou problemas no seu carro e abriu caminho para que Gustavo Mascarenhas de Fiat Uno e Luiz Carlos Ribeiro de Toyota Etios travassem uma bela disputa pela vitória com Ribeiro levando a melhor. Gustavo Mascarenhas e Rafael Lopes fecharam os três primeiros.

A inversão dos 10 primeiros colocados para a corrida 2 colocou Lamartine Pinotti e Adriano Rabello na primeira fila. Ainda na primeira volta Rabello assumiu a ponta com Gustavo Magnabosco comboiando Adriano por várias voltas até abandonar a prova. Luiz Carlos Ribeiro que partiu da décima posição foi escalando pelotão até chegar a segunda posição em condição de brigar pela vitória com Rabello, mas sem sucesso. Com isso, Adriano Rabello venceu com o VW Gol #197 da equipe ADESC em sua estreia no Turismo Nacional com Ribeiro em segundo e Rafael Barranco em terceiro, superando problemas de vazamento de óleo no carro.

Rodrigo Moreno terminou a segunda corrida em nono e foi premiado com a pole position para a corrida três, que encerrou a programação do sábado já ao cair da noite com Renato Constantino de Fiat Cronos ao seu lado. Renato largou melhor, assumiu a ponta e trouxe Cesinha Bonilha e Juninho Berlanda para a briga pela vitória. O vice-campeão da Super em 2019 deixou Cesinha para trás e atacou Constantino na curva 1 assumindo a liderança com o Fiat Mobi #17 da Pein Competições para vencer pela primeira vez no Turismo Nacional com Renato em segundo e Luiz Carlos Ribeiro em terceiro.

A primeira corrida do domingo teve Marcos Paioli na pole position, um dos mais experientes pilotos do grid. Paioli, Wilton Pena e Cesinha Bonilha disputaram a liderança na volta inicial com Cesinha Bonilha assumindo a ponta. Luiz Ribeiro subiu de sétimo para segundo em uma volta. Um acidente na segunda volta com Duda Bana na chegada para o “S” de baixa ocasionou a entrada do safety-car. Após a largada, Ribeiro foi ao ataque contra Bonilha superando o adversário paranaense e vencendo a segunda corrida dele no fim de semana, não sem antes se defender de Luiz Sena Jr, parceiro de Adriano Rabello. Cesar Bonilha foi o terceiro colocado.

A primeira fila da quinta corrida foi formada pelos gaúchos Fabiano Cardoso e Analino “Choka” Sirtuli, um é o campeão 2018 do Turismo Nacional e o outro atual vencedor das “12 Horas de Tarumã”. Fabiano largou bem e abriu vantagem nas voltas iniciais sobre os adversários mas uma intervenção do safety-car após o acidente entre Celso Neto e Peter Ferter derrubou toda a vantagem de Cardoso, que teve muito trabalho para vencer a corrida com o GM Onix #461 da Fast Racing com Sena Jr cruzando a linha de chegada apenas 0s2 atrás de Fabiano. Berlanda foi o terceiro colocado.

Vindo de um fim de semana complicado com diversos problemas em seu Fiat Argo, Pablo Alves largou na pole position da última corrida do fim de semana mas ainda na largada perdeu a liderança para seu companheiro de equipe na Landerson Competições, Renato Braga, que liderou até abandonar com problemas mecânicos em seu carro. A partir daí o destaque foi o piloto paranaense Rafael Barranco que assumiu a liderança e imprimindo um forte ritmo venceu com mais de 6 segundos de vantagem para Adriano Rabello e Marcos Paioli que finalizou em terceiro.

Com os resultados do fim de semana a dupla formada por Adriano Rabello e Luiz Sena Jr (ADESC/VW Gol) começa o campeonato na liderança com 136 pontos conquistados. Luiz Carlos Ribeiro é o vice-líder com 113 e Rafael Barranco é o terceiro colocado com 108. Juninho Berlanda é o quarto com 104 e Gustavo Mascarenhas/Celso Neto fecham os cinco primeiros com 69.

TURISMO NACIONAL BR 2020 – CLASSIFICAÇÃO APÓS 1 ETAPA – CAT. SUPER

1º) Adriano Rabello/Luiz Sena Jr, 136 pontos; 2º Luiz Carlos Ribeiro, 113; 3º) Rafael Barranco, 108; 4º) Juninho Berlanda, 104; 5º) Gustavo Mascarenhas/Celso Neto, 69; 6º) Fabiano Cardoso/Thiago Tambasco, 65; 7º) Lamartine Pinotti, Choka Sirtuli/Eduardo Fuentes, 59; 9º) Rafa Lopes, 56; 10º) Renato Constantino/Felipe Kaki Andrade, 54.

Foto: Waldir Brás