Notícias

Bons pegas na segunda etapa do Mineiro de Automobilismo

10/10/2018

Mais uma vez as máquinas ‘invadiram’ o Circuito dos Cristais, agora para a segunda etapa do Mineiro de Automobilismo, Como na rodada dupla de abertura, houve bons pegas e uma saudável mistura entre nomes experientes e estreantes dispostos a brigar pelas primeiras posições, o que garantiu o alto nível técnico. Neste ano, a novidade é a adoção da categoria 1.4, seguindo o exemplo do Rio Grande do Sul, para diminuir custos e favorecer os estreantes, obrigados a domar uma potência menor. Por enquanto, território exclusivo dos Chevrolet Celta, à espera de que preparadores comecem a trabalhar em outros modelos.

Na 1.6A, o fim de semana foi marcado pelo domínio do atual bicampeão mineiro e destaque do Turismo Nacional 1.600cc Gustavo Mascarenhas, com o Fiat Uno da Curvel/Fast Racing, vencedor das duas baterias à frente de Alexandre Salum (Chevrolet Corsa). A 1.6B teve como vencedores os dois parceiros no VW Gol 177 – Tiago Escobar na primeira prova e Diego Pereira na segunda, com outro Gol, o 69, de Leonardo Vinícius, segundo colocado em ambas.

Entre os inscritos na 1.4A, os pegas foram equilibrados, especialmente na prova que abriu a etapa. O experiente Wanderson Freitas, em seu primeiro contato com o Celta da Cimini Racing, levou a melhor sobre Felipe Rabello (piloto que disputa a Nascar Whelen Euro Series) e Flávio Costa, outro acostumado às primeiras posições. Na segunda, Wanderson teve vida mais tranquila, cruzando à frente de Flávio (Renato Rabello, pai de Felipe, foi obrigado a abandonar).

Leo Lucas e Breno Palhares repetiram a primeira e a segunda posições na 1.4B, com David Aprigio e Rayfran Darllyson completando os pódios. A próxima etapa da competição está marcada para dia 28, como parte da programação da Copa Truck no circuito mineiro.

 

Foto: Fernando Dilly

Fonte: RaceMotor.